Início>Tendências para o desenvolvimento de aplicativos em 2018

Tendências para o desenvolvimento de aplicativos em 2018

2018 não será um ano qualquer. Um ano de Copa do Mundo por si só já é um período excelente para os negócios, principalmente se sua empresa for do ramo de serviços ou vendas.

Milhares de torcedores deixarão suas casas e trabalhos mais cedo, para acompanhar os jogos em bares e restaurantes e, durante o trajeto, consultarão seus smartphones para estar a par da situação.

A tecnologia móvel será importantíssima também para outro dos grandes eventos previstos para o ano que se inicia: as eleições gerais. Nesta eleição, mais do que nunca, a internet terá papel de destaque e poderá, inclusive, decidir quem ocupará o posto mais alto do poder no Brasil.

Para ajudar os empresários que, por algum motivo, ainda estejam em dúvida se o ano que se aproxima é o momento ideal para investir em aplicativos móveis, reunimos aqui as principais tendências que devem marcar as novas criações tecnológicas em 2018.

Realizar vendas em qualquer lugar

A possibilidade de oferecer aos usuários uma experiência diferenciada com as empresas, o que já é verificado no atendimento dado ao consumidor, têm se expandido a passos largos para o e-commerce, pegando carona no novo perfil de consumidor.

Desta forma, uma tendência que vem crescendo nos aplicativos de venda é permitir que o comprador adquira a mercadoria online e a retire em um estabelecimento físico de sua preferência.

Essa liberdade de escolha vem se tornando uma tendência cada vez mais crescente, e deve ganhar força nos aplicativos desenvolvidos no próximo ano.

Inteligência artificial

O aprimoramento da inteligência artificial, que já se mostra capaz de mapear tendências de compras, preferências dos consumidores e usos e costumes dos usuários irá ganhar ainda mais força no desenvolvimento de aplicativos em 2018.

Atualmente esse recurso já é utilizado em larga escala por gigantes das redes sociais, como Facebook e Google, que mapeiam os costumes e preferências de seus usuários, oferecendo a eles uma experiência diferenciada em comparação aos demais.

Realidade virtual e realidade aumentada

Antes presente com muita força no universo dos games, os conceitos de realidade virtual e realidade aumentada devem chegar rapidamente ao mercado de desenvolvimento de aplicativos em 2018, acompanhando a evolução dos smartphones mais modernos.

Esses dois conceitos, aliás, já estiveram presentes em produtos desenvolvidos durante 2017 e que se mostraram muito populares entre o público, sobretudo o mais jovem, mostrando sua força e criando uma nova tendência para os próximos anos, a de conectar a realidade física à virtual, tornando as experiências vivenciadas nos aplicativos cada vez mais reais.

Internet das coisas

Com o avanço da internet das coisas, a interatividade entre dispositivos físicos e a internet cresceu exponencialmente. Dessa forma, tem surgido uma nova tendência entre o desenvolvimento de aplicativos: criar ferramentas que aproveitem o potencial da internet das coisas, conectando usuários a dispositivos, criando assim uma teia de troca de informações e propiciando a ele uma experiência única.

Prestação de serviços

Uma tendência que vem ganhando cada vez mais espaço no desenvolvimento de aplicativos é mostrar que esse tipo de produto tem um papel social, e não é utilizado apenas para a compra e venda de serviços.

Por isso, os aplicativos que serão desenvolvidos em 2018 devem aproveitar essa necessidade da prestação de serviços e fazer essa ponte entre o que o público precisa saber e quem tem essa informação.

Um bom exemplo disso são os aplicativos que informam sob o risco de enchentes em uma determinada localidade, fazem a previsão do tempo ou, ainda, traçam as melhores rotas de trânsito nos grandes centros.

Dispositivos vestíveis

Após um início conturbado, os wereables, ou dispositivos vestíveis, estão conseguindo se popular junto ao grande público, aumentando assim sua importância. Desta forma, é cada vez maior o número de aplicativos que serão desenvolvidos para esses dispositivos, aproveitando suas peculiaridades para oferecer a melhor experiência ao usuário.

Impressão 3D

Com os avanços tecnológicos recentes, o mercado promissor das impressões 3D está chegando aos aplicativos desenvolvidos para dispositivos móveis. Essa tecnologia permitirá não apenas que médicos ou profissionais de saúde “imprimam” partes do corpo, mas tornará o trabalho de arquitetos, por exemplo, muito mais simples.

As maquetes poderão ser apresentadas a um possível comprador em pouquíssimo tempo. E os museus poderão disponibilizar parte de seu acervo de forma renovável, tornando-o acessível aos novos visitantes, mesmo que estes estejam a quilômetros de distância.

Busca por informações

Seja para conhecer melhor seu candidato ou acompanhar a tabela dos jogos em tempo real, a internet móvel terá um papel ainda maior na vida de todos os consumidores. Por isso, quem estiver fora do universo dos aplicativos está jogando dinheiro fora.

Com um aplicativo é possível mapear tudo aquilo que for do interesse de seu público, desenvolvendo serviços personalizados para atender suas necessidades. É possível, ainda, fornecer o maior número de informações com qualidade, ajudando-o na tomada de decisão.

Ou, ainda, a empresa que possui um aplicativo tem um canal de comunicação aberto com seu cliente 24 horas por dia, tornando suas chances de se destacar perante a concorrência ainda melhores, já que é ouvindo os compradores que todos os questionamentos e necessidades dos clientes serão sanados.

Baixo custo

A justificativa de que o desenvolvimento de um aplicativo é um serviço caro e que pode ser adiado não deve, jamais, ser empregado em 2018. Com a economia se recuperando a passos largos, e o brasileiro otimista para consumir ainda mais, é preciso estar preparado para surfar nessa onda de otimismo.

E como se preparar melhor do que se munir de todas as informações necessárias para fornecer um serviço de qualidade e diferente de tudo o que o consumidor já viu? Isso é possível apenas com um aplicativo de celular.

Maior interação entre máquinas e pessoas

Com as novas tecnologias em desenvolvimento, os aplicativos criados em 2018 deverão explorar ainda mais a interação entre homens e máquinas, permitindo um contato íntimo e o compartilhamento de informações, de forma que o aplicativo ofereça a melhor experiência a quem o utiliza.

2018 é o ano das oportunidades. E para esperar sua chegada com otimismo e estratégia, nada melhor do que desenvolver o seu aplicativo para celular.

By | 2017-12-14T15:40:07+00:00 dezembro 28th, 2017|Desenvolvimento Aplicativos|
%d blogueiros gostam disto: