Início>Qual a importância da criptografia em aplicativos?

Qual a importância da criptografia em aplicativos?

Atualmente, a criptografia tem sido um assunto muito comentado ao se tratar de aplicativos, especialmente aqueles de mensagem. Mas você sabe realmente o que isso significa e o que existe de novo sobre o assunto? Neste post-blog, vamos falar sobre “criptografia em aplicativos: qual a importância?”, acompanhe! 

Hoje, considerando o mundo todo, são enviadas, em média, 55 milhões de mensagens todos os dias pelo Whatsapp. Sabemos o quanto esse aplicativo se tornou fundamental e estratégico para os negócios. Inclusive, a ferramenta vai testar uma nova forma de pagamento dentro do próprio aplicativo no Brasil. 

Por conta de tantas informações trocadas a todo instante, garantir que as mensagens sejam trocadas em segurança é essencial. Afinal, são conversas reservadas que abordam temas pessoais e estratégicos e ninguém quer pessoas maliciosas lendo tudo, né? 

Para proteger a privacidade e as informações dessas conversas, a criptografia para aplicativos de comunicação foi criada. 

O que é a criptografia? 

A palavra “criptografia” significa “escrever de forma escondida”. Isso quer dizer que quando digitamos uma mensagem em um aplicativo de comunicação, a criptografia é capaz de “embaralhar” as letras para que outras pessoas não consigam entender. 

Isso significa que somente a quem envia e quem recebe são capazes de entender a mensagem, o que garante a segurança e a privacidade da comunicação. 

Pode acontecer por exemplo, quando você está a procura de um comércio que vende filtro secador ar condicionado, e troca mensagens com o estabelecimento.

Hoje em dia na realização de vendas online, pode ser solicitado seus dados pessoais e até mesmo o número da sua conta bancária para concluir o processo de venda. Isso vai variar de cada estabelecimento.

A criptografia é realmente segura? 

Muitas pessoas questionam se a criptografia realmente vai proteger os seus dados. A verdade é que as mensagens enviadas de forma cifrada são mais seguras do que outras formas de comunicação tradicionais como a ligação e o SMS. 

Você sabia que sempre que você manda uma mensagem via SMS ou faz uma ligação, tanto a sua operadora quanto eventuais sujeitos mal-intencionados e bem equipados, podem ter total acesso ao conteúdo original da sua mensagem? 

Novidade: criptografia de ponta a ponta

A criptografia de ponta a ponta, atualmente utilizada pelo Whatsapp e pelo Facebook Messenger, é uma ferramenta que permite que somente o emissor e o receptor da mensagem (os aparelhos remetente e destinatário) sejam capazes de entendê-la, no qual nem mesmo o próprio provedor de internet conseguirá ter acesso à mensagem original.

Isso significa que ninguém mais pode ler os dados, como hackers, governos, empresas ou servidores. Portanto, quando um usuário envia uma mensagem para outro, mesmo que ela tenha sido interceptada, não poderá ser lida.

É isso que acontece quando a criptografia para aplicativos de comunicação é de ponta a ponta.

Assim como as vendas realizadas através do Whatsapp, no Facebook também pode haver a troca de mensagens com dados pessoais tanto do vendedor, quanto do consumidor.

Se você acessar páginas do facebook como as empresas distribuidoras de lavadoras de alta pressão profissional e quiser adquirir o produto, não vai precisar se preocupar quando se trata em segurança de  dados trocados pelo Messenger.

Diferença de criptografias nos aplicativos 

Durante a pandemia do novo coronavírus, muitas empresas adotaram o home office. Como consequência, as reuniões por vídeo chamadas se tornaram cada vez mais frequentes, fator que aumentou a popularidade do Zoom. 

Ao contrário do WhatsApp que quando você aperta “enviar”, a mensagem é automaticamente criptografada, passa pelos servidores do aplicativo e só é descriptografada quando chega ao destinatário, no Zoom o processo de criptografia é diferente. 

A videochamada com o Zoom  é criptografada no seu dispositivo, recebida nos servidores do Zoom, descriptografada, antes de ser encriptada novamente para ser enviada para o destinatário. 

Isso significa que o Zoom, apesar de deixar claro que não analisa ou assiste a nenhuma chamada, em teoria poderia ver todo o conteúdo de qualquer ligação. 

Como exemplo, as empresas que realizam serviços de depiladeira de suínos, e realizam uma videochamada com seus parceiros para tratar assuntos importantes e sigilosos na reunião. Pode ser que em algum momento esses dados sejam assistidos.

Gostou deste post? Deixe nos comentários! Para te ajudar a criptografar o seu aplicativo, converse com um dos especialistas da MadeinWeb!

By | 2021-01-27T19:04:40-03:00 setembro 2nd, 2020|Desenvolvimento Aplicativos, Aplicativos|

Deixar Um Comentário