Início>Investimento Mobile – a grande sacada de investir em aplicativos

Investimento Mobile – a grande sacada de investir em aplicativos

Desde que os dispositivos móveis se modernizaram ficando inteligentes e assim se popularizando, o crescimento dos aplicativos mobile também foi algo notável. Nos últimos anos eles estão cada vez mais presentes no cotidiano dos usuários, tendo apresentado um crescimento exponencial e bastante positivo.

Os apps são ferramentas que possibilitam o uso para diversas funções, tanto para auxiliar em uma tarefa no trabalho como também para o entretenimento, as possibilidades são bastante amplas.

Hoje eles trazem um novo modelo de negócio e que está tendo bastante sucesso, que é o desenvolvimento desse tipo de recurso, principalmente para empresas. Quem tem seu próprio aplicativo acaba ficando um passo à frente da concorrência, por isso as empresas estão investindo cada vez mais no mobile e tendo resultados positivos com isso.

O uso de smartphones cresceu

A ascensão desse mercado se deve muito ao avanço nas vendas de smartphones. A Google, que hoje é um gigante no mercado mobile, trouxe à tona números interessantes. Ela aponta que o uso de smartphones cresceu em 112% no Brasil, voltados principalmente para o acesso à web.

Mesmo parecendo um número um pouco exagerado, ele é real e não fica muito difícil entender o porquê.

Quando os smartphones começaram a adentrar na vida do consumidor, há mais de cinco anos, haviam pouco mais de 10 milhões de aparelhos sendo utilizados, número esse que está próximo dos 95 milhões. É praticamente um celular para cada dois habitantes.

A Google não mostra apenas a quantidade de aparelhos, ela também apresenta como os usuários estão se comportando com esse tipo de tecnologia. Lembra quando as compras na internet eram encaradas com certo receio? Esse cenário mudou muito hoje, mas ainda mais com a vinda dos smartphones.

Com a pesquisa, somos apresentados a um aumento de 74% mais pessoas que comprar alguma coisa por intermédio de aplicativos ou sites mobiles. Em 2015, o Grupon, que é especializado em compras coletivas, apontou que 15% das compras efetuadas em seu site foram vieram de aplicativos.

Por que investir em aplicativos mobile?

Atualmente, cerca de 25% dos brasileiros tem acesso à internet, seja pelo uso de redes Wi-Fi ou através dos dados móveis disponibilizados pelas operados de telefonia. Esse número parece pequeno, mas abrange apenas ao acesso por dispositivos móveis.

Além disso, ele mostra que não é mais tão viável investir em websites, mesmo que ele apresente uma estética agradável para o seu negócio. Isso porque os sites precisam ter uma navegação simples, já que agora eles concorrem com os aplicativos. Senão houver isso, muitos usuários terão dificuldades em acessá-los pelo celular, fazendo com que não volte àquele site.

Algumas pesquisas ainda apontam um crescimento de aproximadamente 300% para o mercado de aplicativos, mostrando que é vantajoso investir nesse tipo de tecnologia.

Os apps são armazenados diretamente na memória do smartphone, o que possibilita um desempenho melhor. Eles funcionam com uma agilidade muito maior do que é visto em websites, principalmente se não forem com uma linguagem especifica para o mobile.

Fora que os aplicativos ainda conseguem acesso a informações dos usuários e do próprio dispositivo, então é possível utilizar recursos como o GPS, por exemplo. Há também o acesso off-line, que é uma possibilidade, assim como as notificações que ajudam o usuário a ficar mais atento ao que o app tem a oferecer.

As vantagens são inúmeras, não apenas aos usuários, mas a empresa, que sai muito favorecida com o uso dessa tecnologia.

Onde esses apps ficam inseridos?

Há diferentes mercados que os aplicativos podem atuar, mas há nichos específicos e que tem apresentado resultados mais eficientes, mostrando que vale apostar mais naquele setor do que em outro.

De todo modo, a indústria de aplicativos tem um grande leque de possiblidades, mas ter crescimento com eles é um caminho árduo. Primeiro porque há muitas propostas similares, então a inovação traz pontos favoráveis. Outro fator é que eles precisam estar adequados as necessidades do cliente, que procura também por um acesso rápido, por exemplo.

Hoje um dos mercados mais promissores para os aplicativos é a econômica compartilhada, que consegue alcançar um público de pessoas preocupadas com a sustentabilidade, algo que está crescendo bastante.

Esse tipo de público costuma ter um consumo diferenciado, que envolve a locação e empréstimo, doação e até mesmo compras coletivas, apresentando redução de custos como uma de suas principais características.

Mas, de modo geral, a ideal dos aplicativos é facilitar a vida das pessoas, então outros mercados também se apresentam favoráveis para o desenvolvimento dos mesmos. Nisso acabam inclusos o universo fitness, também em alta; a medicina e suas muitas ramificações; mobilidade corporativa; home office; além de alguns outros.

Os mercados citados apresentam necessidade muito especificas, com muitos detalhes e considerados, por muitos, complexos. Sendo assim, a característica mais marcante desse grupo é que acabam não sendo tão atendidos, mesmo a procura por aplicativos por esses públicos ser grande.

No Brasil ainda não é tão popular, mas vem se solidificando, que é o mercado de pagamentos móveis. Eles são executados por meio de aplicativos, como o PagSeguro, que surgiu como um site, mas hoje também tem a sua versão como app.

Como hoje as compras pela internet são muito maiores e uso de aplicativos para essa atividade tem apresentado crescimento, faz sentido em investir em uma ferramenta para atender essa modalidade.

Eles são opções relativamente seguras, visto que não será necessário ao usuário compartilhar seus dados sensíveis – PINs de contas, senhas ou números, por exemplo – assim o risco de sofrer danos em informações pessoais é baixo. Isso porque esse tipo de dado é substituído por criptografia na hora do pagamento.

Além disso, esse tipo de aplicativo ainda é benéfico para as empresas, visto que elas podem lucrar com as taxas de transação que são realizadas pelos consumidores e usuários que utilizam aquela ferramenta.

Esse segmento está começando a integrar o mercado brasileiro, podendo ser uma opção ideal para quem desenvolve aplicativos e ainda não obteve sucesso. O mercado é amplo e apresenta muitas opções.

By | 2017-12-05T07:13:20+00:00 julho 13th, 2017|Desenvolvimento Aplicativos|

Deixar Um Comentário