Início>É possível monetizar um aplicativo?

É possível monetizar um aplicativo?

A força do mobile é algo inegável, e será difícil uma tecnologia que consiga superar o poder agregado aos smartphones e tablets. Junto com eles vieram também o desenvolvimento de aplicativos para a App Store e Play Store, que entram como uma solução para diversas ações realizadas no meio digital.

Atualmente, há cada vez mais opções de aplicativos disponíveis no mercado e a grande maioria deles está disponível gratuitamente para o público. Eles conseguem atender a muitas atividades do dia a dia, servindo para entretenimento, informação e comunicação, além de outras muitas ações.

É justamente por ser um território tão vasto que a questão dos lucros acaba se tornando uma pauta, bastante importante aos desenvolvedores. Muitas pessoas ainda têm dúvidas de como monetizar esses aplicativos, ou seja, como revertê-los em dinheiro e torná-los um modelo de negócio. Assim como há uma grande quantidade de aplicativos disponíveis, também há algumas maneiras de rentabilizar esse negócio e gerar compras no aplicativo.

Leia também: Como funciona a regulamentação de aplicativos?

O crescimento dos aplicativos

monetizar um aplicativo img

O mercado de aplicativos cresce a cada dia e, com a necessidade de acompanhá-lo, muitas empresas se questionam sobre o momento ideal para criar um app. Embora eles apresentem uma oportunidade promissora, os erros são extremamente comuns nesse ramo, afinal, estamos falando de algo que trabalha com inúmeras possibilidades de um projeto não dar certo, englobando alguns fatores. 

Como existem diversas opções disponíveis no mercado, é comum que as pessoas venham baixar o app apenas para conhecê-lo e o usem apenas enquanto têm interesse. Além disso, é ainda mais comum que esses aplicativos caiam no esquecimento do usuário. Em alguns casos mais extremos, as pessoas excluem para desocupar memória, algo que acontece com certa frequência.

Assim, criar um aplicativo figura como uma tarefa árdua e o que parecia simples, já saiu faz tempo desse patamar. Para entender por que esse negócio nem sempre dá certo, separamos os principais erros cometidos pelos desenvolvedores. Confira!

Aos desenvolvedores, montar um aplicativo, seja ele para corporações ou até mesmo ao próprio criador, representa um grande potencial para ganhar dinheiro. Entenda as formas que você pode monetizar um app!

Uso do ads

O termo “ads” remete a um tipo de marketing voltado ao mundo digital. Ele é amplamente utilizado para campanhas em websites e redes sociais, onde é comum se deparar com anúncios relacionados a pesquisas feitas no Google. Além disso, esse tipo de marketing tem um potencial alto, o que colabora bastante para a monetização de aplicativos.

Esses anúncios são chamados de in-app, que na tradução ao português significa “dentro do aplicativo”. Ao invés de se deparar com o anúncio em algum site ou rede social, você será apresentado a ele em alguns aplicativos.

Estudos apontam que, em alguns anos, esse tipo de anúncio terá uma proporção bem próxima, e até maior, que os anúncios em navegadores.

Google Admob

O Google é uma das empresas que oferecem muitas soluções para o marketing digital, e o Admob é uma delas. Essa ferramenta é voltada para criar os ads e distribuir entre os aplicativos, desde que façam parte de uma rede de afiliação, escolhida normalmente pelas empresas que detém os direitos desse aplicativo.

Com o Admob é possível monetizar o aplicativo e gerar receita, colocando os anúncios para serem anunciados nele; ou promovê-lo, onde é criado o próprio anúncio que será repassado a vários apps.

É importante ressaltar que o Admob só promove alguns aplicativos, não é um serviço aberto a todos. Essa ferramenta está disponível nos dois sistemas operacionais de maior potência atualmente: Android e iOS, para os aparelhos da Apple.

Os anúncios são colocados como banners para a rede de públicos, ficando na parte superior ou em baixo na tela, redimensionados de forma inteligente para se enquadrar ao tamanho da tela; os intersticiais que ocupam a tela inteira, aparecendo entre intervalos ou transições dinâmicas do aplicativo; ou em vídeo, que podem ser ignorados pelo usuário, normalmente após cinco segundos, como ocorre no YouTube.

Como posso monetizar um aplicativo?

O valor vem da exibição, entretanto, esse é um processo detalhado. Ocorre que os anunciantes promovem uma espécie de lance, pago pelo chamado CPM – custo por mil impressões ou exibições do ad.

Quanto maior é a concorrência do anúncio, maior os lances, além do potencial de monetização. Entretanto, a expectativa de ganho é promissora, visto que há uma grande demanda de anunciantes. Desde 2013, os lances por COM tiveram um crescimento de 200% no Admob.

Conte com quem é especialista no assunto! A MadeinWeb conta com um time de especialistas preparados para ouvir o seu desafio e transformá-lo em solução. Converse conosco e saiba mais. Siga nosso perfil no Instagram e fique por dentro de mais dicas! 

By | 2020-11-16T10:00:11-03:00 novembro 3rd, 2020|Desenvolvimento Aplicativos, Aplicativos|

Deixar Um Comentário