Início>Comprar in-app – Como isso funciona?

Comprar in-app – Como isso funciona?

Em pouco menos de uma década os smartphones deixaram de ser aparelhos utilizados apenas para que as pessoas conversem umas com as outras para se tornarem ferramentas-chave em diversas tarefas do dia a dia.

Com um simples celular atualmente é possível comprar um vestido para aquela festa tão esperada, pagar uma conta ou, ainda, reservar um quarto de hotel sem sequer sair da cama.

Para surfar nessa onda, e aproveitar a recuperação da economia, que depois de dois longos anos na lama está dando sinais de retomada, muitos empresários estão arregaçando as mangas e investindo em melhorias tecnológicas.

Um dos investimentos que tem crescido é o desenvolvimento de aplicativos. Além de fidelizar e atrair novos clientes, os apps tem um potencial enorme para gerar receita graças às compras realizadas dentro do ambiente do produto.

Você sabe como isso funciona? Para mostrar como sua empresa pode lucrar com isso preparamos um texto explicando passo a passo as compras in-app.

Compras in-app: como lucrar com gastos dos consumidores dentro de sua plataforma

Quando um usuário baixa um determinado aplicativo (seja ele um simples jogo ou apps que tragam mapas ou aqueles que mostram roupas ou outros produtos) é possível fazer compras dentro deste ambiente. É o chamado “comprar in-app”, que está disponível até mesmo em aplicativos gratuitos.

Essas compras têm diferentes finalidades. Em alguns casos, elas podem aumentar as funcionalidades do aplicativo (como no caso dos produtos que ficam disponíveis apenas para testes, por exemplo), em outras (caso dos jogos), é possível adquirir itens especiais, aumentar a dificuldade do jogo ou “comprar vidas”, por exemplo.

Já uma terceira funcionalidade de compras dentro do aplicativo é a de renovação de assinaturas ou aquisição de pacotes (como no caso dos apps de empresas de telefonia).

Como são pagas as compras in-app

Assim como no mundo real, as compras feitas dentro dos aplicativos precisam ser pagas. Mas, ao contrário da realidade offline, no ambiente virtual não é possível quitar essas compras com dinheiro.

Neste caso, o internauta cadastra um cartão de crédito na loja de seu aplicativo (App Store ou Google Play). Caso alguma aquisição dentro do aplicativo seja feita, por qualquer pessoa que estiver utilizando os aplicativos, essa operação será cobrada via crédito.

Utilize bloqueios para evitar surpresas com crianças

Frequentemente surgem notícias de pais surpreendidos com compras de milhares de reais (ou dólares) feitas por filhos pequenos que mexeram em seus celulares. Para evitar surpresas desagradáveis, a recomendação dos especialistas é que os responsáveis bloqueiem esse recurso.

Minha empresa pode lucrar com as compras in-app?

Agora que você entendeu como essas compras funcionam, fica a pergunta: minha empresa pode lucrar com essas operações? A resposta é sim. Oferecer a possibilidade de que seu público adquira não apenas atualizações, mas também seus produtos é um diferencial, já que torna a aquisição das mercadorias muito práticas.

Mas, para que sua empresa aproveite essa oportunidade é preciso investir em aplicativos bem desenvolvidos e com uma boa margem de segurança na proteção de dados, afinal informações pessoais e de crédito serão informadas ali.

By | 2018-03-16T20:34:00+00:00 Março 20th, 2018|Desenvolvimento Aplicativos|
%d blogueiros gostam disto: