Início>Dados mostram o crescimento do mercado de Aplicativos para Smart TVs

Dados mostram o crescimento do mercado de Aplicativos para Smart TVs

As chamadas smart TVs tiveram um grande aumento de vendas nos últimos anos. Hoje já são aproximadamente 16 milhões de telespectadores que possuem os aparelhos inteligentes em casa, sendo que 94% desse público adquiriram as TVs entre 2014 e 2015.

É lógico que com esse bum nas vendas, as marcas trataram de trazer mais recursos para o aparelho, que não apenas tem acesso a internet, como também apresenta aplicativos próprios para serem acessados nos televisores. Normalmente, esses apps são voltados para visualização de programas e séries, como é comum aos canais de streaming por assinatura.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) levantou no início de 2015, que o país tinha mais de 103 milhões de televisores em residências e pontos comerciais, mas o número tem crescido ainda mais.

Em 2011, quando essas TVs inteligentes eram uma nova tendência, o mercada previa um crescimento de 35% até o ano passado para a oferta de aplicativos específicos a esse aparelho.

Entenda o crescimento

Se nos últimos três anos quase 100% dos televisores que saiam das lojas eram smart, é fácil entender que o mercado de aplicativos para esse sistema também teve um aumento.

Para se ter uma noção, 91% dos consumidores tem a TV conectada a internet, muito disso pela grande oferta de conteúdo on demand de vídeo, possibilitado pelos canais de streaming. Assim, deste público 86% utilizam os aplicativos para assistir suas séries e vídeos favoritos, um dos principais é o Netflix, atualmente o maior canal de streaming presente no país e diversos lugares no mundo.

Entre as listas que apontam o uso de aplicativos, lideradas pelos serviços de streaming, ainda há uma boa média com apps de música, com 57% de usuários ativos; noticias, com 40%; aplicativos de jogos com 37% do público.

Os apps desenvolvidos para educação são o que tem menos adesão, utilizados por cerca de 18% do público, eles ficam abaixo até mesmo dos voltados a previsão de tempo e esporte, respectivamente com 29% e 27% dos usuários.

Mercado se renovando

Lá nos primórdios dessa novidade tecnológica, as empresas passaram a se preocupar mais com o que tinham a oferecer ao público. Assim, em 2012, a Samsung, uma das marcas mais consagradas da atualidade, passou a contratar desenvolvedores que voltariam seu talento aos aplicativos das Smart TVs.

Para isso, ela realizou um treinamento voltado a todo esse mercado, onde estimulava a criação de aplicativos por diversas linguagens de programação como o Flash, Java Script e HTML4, além de alguns outros.

Mas isso ocorreu lá em 2012, desde então esse mercado avançou muito. Para se ter noção, até mesmo algumas emissoras de grande renome na TV aberta brasileira tem apresentado seus trunfos.

A Globo, por exemplo, criou o Globo Play, uma plataforma que, inicialmente, era destinada ao público móbile para acompanhar todo o conteúdo de sua programação, mas que apresentou também um aplicativo para as Smart TV. Os assinantes têm acesso ao conteúdo previamente, antes mesmo delas chegarem a ser exibida na televisão.

Ela não foi à única e cada vez mais emissoras aderem a moda. Até grandes sites, como o YouTube, tem seu próprio aplicativo voltado especificamente ao televisor inteligente.

By | 2017-11-27T14:36:23+00:00 junho 10th, 2017|Desenvolvimento Aplicativos|
%d blogueiros gostam disto: