Início>6 motivos para investir no desenvolvimento de Aplicativo

6 motivos para investir no desenvolvimento de Aplicativo

De uns anos para cá, os aplicativos começaram a desenvolver um papel importante na experiência mobile. Com eles é possível fazer de um tudo, se comunicar, ler, assistir filmes, jogar e até mesmo se informar, trazendo opções bastante amplas do que esse tipo de tecnologia pode possibilitar.

É um mercado rentável e que está crescendo muito e o motivo é bastante notável. Atualmente é muito difícil encontrar alguém que não esteja conectado por longas horas do dia. Há pessoas que dependem tanto de seus aparelhos, que dormem e acordam ao lado deles. Esse público, inclusive, é um perfil que mais consome apps dos mais variados tipos.

Ao meio digital, principalmente voltado ao marketing, contar com esse tipo de ferramenta é quase que fundamental para sair na frente da concorrência. Isso porque os aplicativos se tornam uma mão na roda para as corporações, tanto as grande quanto as micros. Ter um app próprio, por exemplo, pode proporcionar uma relação mais estreita com o consumidor, que tem vantagens exclusivas quando baixa a ferramenta em seu celular.

Esse é só um dos motivos que chamam a atenção de quem está pensando em investir no desenvolvimento de aplicativos, mas não é só isso. Os apps podem ser rentáveis, a sua maneira, e trazer certa margem de lucro para as empresas. Para isso é aberta a opção de monetizar esse recurso, algo que tem sido bastante vantajoso as empresas.

Além disso, com um aplicativo próprio as organizações conseguem sair na frente de seus concorrentes, dando maiores opções de aproveitamento de seus serviços utilizando essa ferramenta. Eles conseguem divulgar seus lançamentos e campanhas, ter um comunicação mais próxima com o cliente, apresentar conteúdo exclusivo a eles e até mesmo fidelizá-lo usando esse recurso.

É um mercado amplo e que apresenta muitas opções, tanto para o público como também para as próprias empresas, independente de seu tamanho e sua força de atuação no setor que está inserida.

Por que investir?

É comum que as corporações queiram ter visibilidade, já que isso é o que impulsiona o negócio e o faz crescer, captar clientes e ter rentabilidade. Um negócio pouco visível, dificilmente consegue ir para frente e se manter no setor, ainda mais quando o país vem enfrentando uma crise econômica.

A presença digital é essencial ao mundo de hoje, que passa por uma era tecnológica bastante intensa. O consumidor não vive sem essa tecnologia, estando conectado boa parte de seu tempo. É um consumo muito amplo de conteúdo e informações através das telas de seus smartphones, e o mercado viu o quanto isso podia ser um investimento de sucesso.

Atualmente não basta apenas estar presente nas redes sociais ou ter um site, tudo deve ser pensado e planejado para a atuação no mobile, se adequando as demandas que essa atividade apresenta. Isso significa que suas ações serão desenvolvidas para rodar em dispositivos móveis.

O acesso por esses aparelhos está crescendo em larga escala, de uma maneira muito abrangente e rápida. Há cerca de quatro anos, a navegação por mobile era minúscula, se comparado aos números hoje. Para se ter noção, nesta época apenas 5% dos brasileiros tinha seu próprio smartphone, o número agora já ultrapassou os 20% e não para de se expandir. Quanto mais pessoas tendo seu próprio celular, maior é acesso através deles. Até mesmo tempo de acesso é elevado, já que as pessoas passam a ficar mais conectadas com a facilidade que esse aparelho apresenta para a atividade.

Aplicativos crescem exponencialmente

Desde que surgiu, bem próximo a ascensão dos smartphones, os aplicativos trouxeram um novo modelo de mercado, que foca no desenvolvimento dessas ferramentas que utilizamos diariamente em nossos dispositivos.

De lá para cá o mercado não parou e crescer de modo exponencial. Esse setor apresenta índices gigantescos em pesquisas, ano após ano. Para se ter noção, estudos apontam que nesse ano, o mercado deve crescer até 300% mais e ainda espaço para que ele seja expandido.

Além disso, pesquisas também apontam o destaque dado pelos usuários desses apps, mostrando que gostariam de encontrar mais empresas que usam esse formato para divulgação e comunicação com o público.

Acesso à internet cai nos desktops

Os desktops são computadores de mesa e vale desde os que possuem monitor e CPU, aos notebooks. Por anos esse foi o único meio de acesso à internet e se antes tinham números intensos, hoje o quadro se inverteu.

A venda de smartphones está se ampliando no Brasil, a previsão para 2017, por exemplo, é que mais de 70,5 milhões de usuários tenham seu próprio celular ou tablete.

Com isso, cresce também o acesso por intermédio desses dispositivos, que já está próxima de superar o acesso pelos desktops. Para o ano que vem, especialistas acreditam que a navegação por dispositivos móveis seja 11 vezes maior do que a de hoje. Aliás, em alguns Estados o mobile já superou as conexões por computadores de mesa, e já faz algum tempo.

Experiência muito mais satisfatória

É um dos pontos chaves para a elevação desse mercado. As marcas que adotam o formato de app tem mais chances de facilitar a vida de seus consumidores. Com esse recurso eles podem fazer compras, check-in, visualizar ofertas, se informar e muitas outras opções.

Como o consumidor leva uma vida cada vez mais corrida no dia a dia, os aplicativos ganham um espaço maior nessa rotina. Eles também conseguem criar um engajamento maior pelo recurso de notificações, que avisa o usuário sobre uma promoção, por exemplo.

Apps são passatempo

É bastante encontrar pessoas jogando por aplicativos, sendo que é difícil encontrar alguém que não tenha ao menos um app de jogo baixado. Isso também é uma forma de melhor aproveitamento para as corporações, que podem investir nesse formato para ter sucesso.

Empresas que unem opções de entretenimento ou distração com seu produto, conseguem crescer mais e tem mais chances de um desenvolvimento positivo. Isso também mostra a importância das companhias a adotarem os apps, já que eles podem ser usados para uma série de finalidades, a principal é a visibilidade da marca.

Tempo gasto com aplicativos é maior do que para sites móveis

Os números são abrangentes. Pesquisas apontam que em 2013 os usuários gastavam uma média de 2h40 por dia seus aparelhos móveis, sendo que 86% desse tempo – equivalente a 2h19min – era consumido em aplicativos. Os outros 14%, que são um pouco mais de 22 minutos, eram destinado a navegação na web mobile.

Muito disso é pela experiência do usuário em um aplicativo, que é muito mais agradável do que nos sites móveis. Os apps possuem diversos recursos que ajudam a engajar mais usuários a baixa-lo.

By | 2017-10-02T11:00:38+00:00 junho 15th, 2017|Desenvolvimento Aplicativos|
%d blogueiros gostam disto: