Início>20 problemas mais comuns de usabilidade que afetam a sua empresa

20 problemas mais comuns de usabilidade que afetam a sua empresa

Os aplicativos são bastante presentes em nosso dia-a-dia, mas a falta de acessibilidade trazida por alguns deles pode ser um erro fundamental para a frustração do projeto.

Conheça então os problemas mais comuns que os apps apresentam e passe a evita-los:

  • Seu aplicativo é lento: muitas vezes os sites são muito pesados para a navegação, prejudicando assim a sua acessibilidade.
  • O texto não apresenta contraste com o fundo: a experiência do usuário pode ser prejudicada por diversos fatores, um deles são as cores usadas no design. Se o fundo não tem contraste com o texto, dificulta a leitura.
  • Fontes são pequenas: assim como a cor, o tamanho da fonte utilizada também interfere na usabilidade.
  • Falta de atenção com as plataformas: Android e iOS são plataformas com usabilidade totalmente diferente, mas muitos designs acabam focando o projeto para apenas uma, o que interfere para quem usa o app de outra.
  • Ter um bom processo de integração: os usuários precisam ter com o que interagir, pois isso os mantem ativos no aplicativo.
  • Arquitetura mal trabalhada: é a arquitetura da informação que leva o usuário a navegação em um aplicativo, por isso ele precisa saber exatamente como usá-lo.
  • Deixar de lado os feedbacks: é o erro mais prejudicial para o desenvolvimento do aplicativo, já que é dessa forma que a empresa consegue entender onde está errando.
  • Processo de check-out demorado: as empresas sempre têm que se preocupar com o check-out, quanto mais lento, mais usuários deixam de utilizá-lo.
  • Ter alterações nas telas de passagem: os designs devem pensar que o aplicativo pode ser usado tanto na vertical como na horizontal. Se ele apresentar erros em uma delas, pode prejudicar a usabilidade.
  • Muitos passos a serem seguidos: quanto mais simplificado for o aplicativo, mais atrativo ele é. Por isso sempre aposte em processos mais simples.
  • Falta de testes em dispositivos reais: esses testes são cruciais para que os programadores entendem como ele realmente funciona, e se está dentro do que foi proposto.
  • Criar fluxo muito complexos: o aplicativo funciona como uma simplificação do site, porém muito mais fácil de mexer. É isso que os usuários procuram, mas não encontram na maioria das vezes.
  • Navegação pouco fluída: um app deve ter uma circulação fácil, pois isso faz com que os usuários voltem a usá-lo mais vezes.
  • Falta de pesquisas com usuários reais: a melhor forma de feedback é colocar um usuário de verdade para testar aquele app. Nem sempre as empresas realizam essa pesquisa.
  • Não saber a necessidade do usuário: isso prejudica as empresas negativamente, assim como a usabilidade do aplicativo que não está dentro do que ele procura.
  • Apps muito elaborados: aquele ditado de que menos é mais se aplica aqui, mas, algumas empresas preferem projetos mais complexos, dificultando a acessibilidade.
  • Falta de identidade para o sistema: quando há elementos e recursos padronizados, o usuário tem um conforto maior e volta a utilizá-lo.
  • Não force muito o usuário: um dos maiores problemas de um aplicativo é que ele faz o usuário se esforçar muito. Opte por recursos que sejam de fácil reconhecimento.
  • Falta de organização: além de mostrar desleixo, também dificulta a experiência do usuário.
  • O usuário não tem controle: quanto mais fácil for de utilizar o sistema, mais ele sente que tem controle sob aquilo, nem sempre os apps apresentam isso.
By | 2017-12-05T07:13:07+00:00 julho 17th, 2017|Multiplataforma|

Deixar Um Comentário